Felipe Drugovich aposta em pódios em Mônaco após fim de semana complicado na abertura da Fórmula 2
29/03/2021 15:07 em FÓRMULA

Primeira rodada tripla da da categoria de acesso à Fórmula 1 foi disputada no Bahrein

 

 

A Fórmula 2, categoria de acesso à Fórmula 1, deu início em mais uma temporada neste final de semana em Sakhir, no Bahrein, com a participação do brasileiro Felipe Drugovich, que fazia sua estreia na equipe inglesa UNI-Virtuosi. E, apesar do bom desempenho na sexta-feira, quando foi o líder no treino e terceiro colocado na tomada de tempos, Drugovich – que em 2020 venceu três provas em seu ano de estreia na categoria – enfrentou problemas que lhe trouxeram resultados abaixo do esperado nas três provas da rodada.

 

Largando em 8º por conta do grid invertido entre os dez primeiros na tomada de tempos, Felipe Drugovich partiu bem na primeira prova do sábado, a Sprint Race 1, mas teve sua asa dianteira danificada em um incidente. Depois de ir aos boxes para o devido reparo e também para a troca de pneus, já que um deles furara no incidente, o brasileiro de Maringá (PR) voltou à pista na última posição – 22º –, cerca de 50 segundos atrás do penúltimo colocado, e finalizou a prova em 16º.

 

Na Sprint Race 2, realizada também no sábado, Felipe Drugovich deu um show desde a largada, quando ganhou nove posições antes da primeira curva para assumir o 7º lugar. Em um ritmo alucinante, o brasileiro completava a segunda volta na 4ª posição após largar em 16º. Lutando pelo terceiro lugar, Drugovich acabou espremido por um concorrente e não teve como evitar um toque, que acabou forçando a entrada do safety-car. Sem pneus para trocar, já que os havia trocado na primeira corrida e preservava a estratégia para a corrida do domingo, o piloto da UNI-Virtuosi terminava em 14º.

 

Neste domingo, na Feature Race, a corrida mais longa e mais importante da rodada, Felipe Drugovich largou em 3º por conta de seu belo resultado na tomada de tempos. O brasileiro assumiu a segunda posição antes da primeira curva e chegou a liderar por alguns momentos durante a primeira volta.

 

Felipe Drugovich frequentou as primeiras posições durante toda a primeira parte da prova e, depois do pit-stop obrigatório para a troca de pneus, voltou à pista em 13º. E, mesmo com uma estratégia que se mostraria ruim na parte final da corrida e com um problema na carenagem direita de seu carro, que servia como um “paraquedas”, recebeu a bandeirada na zona de pontuação, com a 9ª posição.

 

“Foi um final de semana complicado demais”, lamentou Felipe Drugovich. “Acho que fizemos tudo certo, mas fatores externos e vários problemas complicaram tudo. Nas duas primeiras provas não consegui desviar de manobras bruscas e na terceira nossa estratégia no uso dos pneus se mostrou equivocada, tanto que todos que usaram essa estratégia acabaram ficando mais atrás. Marquei apenas dois pontos em um final de semana em que era possível marcar pelo menos 30, mas, mesmo depois de uma jornada assim, tenho confiança de que vamos brigar por muitos pódios nesta temporada”, finalizou.

 

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

 

A Fórmula 2 terá sua segunda etapa entre os dias 19 e 21 de maio em Mônaco.

 

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

Jornalista responsável: Erno Drehmer

Imagem: Dutch Photo Agency

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!